Travel, food and portuguese things. N'coisas nossas






Situado em Sambade, uma aldeia no coração do Nordeste transmontano, o projeto “Casas do Bairrinho”, composto por duas unidades de turismo rural – Casa do Largo e Casa do Bairrinho - possui o toque de tradição da terra e o rasgo futurista de quem o viu nascer.

A oito quilómetros de Alfândega da Fé, este original conceito de alojamento, que aposta na qualidade dos materiais e no conforto dos pequenos pormenores, convida a dias repletos de aventura, seguidos de fins de tarde descontraídos, com uma paisagem de cortar a respiração.

As casas
A Casa do Largo e a Casa do Bairrinho, dois edifícios totalmente remodelados, relembram os dias de infância passados em casa dos avós. Situada no canto do Bairrinho, num extremo da aldeia, a Casa do Bairrinho possui uma arquitetura inspirada na natureza e na própria região. Com capacidade para seis pessoas, as amplas divisões repartem-se em dois pisos que comungam do mesmo estilo rústico com um toque de modernidade, nunca descurando o conforto.
No piso superior encontra-se uma das suites, a sala de estar e jantar, a cozinha e a casa de banho social. O piso inferior conta com uma suite especial, com capacidade para acolher pessoas com mobilidade condicionada e uma sala polivalente.
Esta casa possui ainda um tradicional forno a lenha onde é possível cozer pão ou fazer assados numa verdadeira viagem pelos sabores do passado.
O acesso ao forno é independente da casa realizando-se através do espaço exterior pertencente à mesma, com um extenso espaço verde envolvente, onde existe também uma horta.

A 600 metros de distância, na alma da aldeia, espreita a imponente Casa do Largo, junto de importantes pontos de convívio como a mercearia, os cafés e a igreja. Composta por três pisos, este espaço agradável tem capacidade para cinco pessoas.
O piso superior conta com o espaço polivalente e uma casa de banho privativa. Descendo um andar, já no piso intermédio, a zona social e de entrada revela-se o espaço ideal para momentos de convívio na melhor companhia, com cozinha totalmente equipada, sala e casa de banho. No piso inferior encontram-se os quartos e uma casa de banho. Os detalhes são de luxo para que o bem-estar e a experiência nesta unidade de charme sejam únicos.

O preço é de 70 euros por noite – casa completa – com pequeno-almoço, que inclui algumas iguarias locais que são um verdadeiro desafio para os paladares mais exigentes: pão fresco, mel, compotas, queijo e iogurtes caseiros, manteiga, leite, café e chá e fruta da época.

Pormenores de exceção com produtos reutilizados – 560 Linhas criativas

Embora diferentes, as duas casas partilham o mesmo estilo contemporâneo que mistura uma decoração moderna e minimalista com peças que respiram história e tradição, privilegiando sempre a produção nacional. O elogio ao que de melhor se faz em Portugal, começa pela utilização de peças da 560 Linhas Criativas - https://www.facebook.com/560LinhasCriativas, uma marca portuguesa de arquitetura e design, resultantes do trabalho da jovem arquiteta Sandra Moutinho cujo cunho pessoal assenta num conceito da reutilização, numa perspectiva ecológica, económica e ergonómica

Cores, sabores e aromas transmontanos para explorar

A cada passo a região ganha novo pulsar.

No Outono, a natureza veste-se de tons de castanho, amarelo e dourado e os castanheiros, prodigamente, desprendem o seu fruto, atapetando o chão de castanhas e ouriços.

No frio Inverno os campos animam-se com a apanha da azeitona e as belas amendoeiras explodem de flores, anunciando uma sinfonia de cores até chegar ao vermelho das cerejeiras carregadas inundando a paisagem, tornando-a única, verdadeiros cenários artísticos da natureza que culminam com a famosa festa da cereja.

Para os mais aventureiros
, existem bicicletas BTT de adulto e criança e ainda a possibilidade de fazer passeios pedestres, micológicos, participar na apanha de diferentes colheitas sazonais (azeitona, cerejas, amêndoas, nozes, figos, cogulemos, ervas medicinais e aromáticas), participar no fabrico de aguardente, cozer pão e bolos no forno a lenha à moda de antigamente.
Para recarregar baterias, é possível descontrair nas piscinas de Alfândega da Fé, local onde os hóspedes das Casas do Bairrinho poderão usufruir de um desconto de 50%.

À mesa sentam-se um conjunto de paladares regionais como enchidos, pão, folares de carne, folares doces, rosquilhas e bolos económicos (espanta garotos), que dão a conhecer a herança gastronómica transmontana.
Os cheiros, as paisagens, as experiências e até as memórias depressa ganham propriedades terapêuticas e regeneradoras.


Texto e Fotos (exceto foto do Outono): Casas do Bairrinho

Casas do Bairrinho

A tradição da terra
portugal ZOOM
Não existem banners nesta categoria
Não existem banners nesta categoria
Não existem banners nesta categoria