Travel, food and portuguese things. N'coisas nossas






A maior fadista portuguesa tem, desde finais de 2012, uma biografia direcionada para os mais novos. O livro "A Minha Primeira Amália", de Maria Rosário Pedreira com ilustrações de João Fazenda, percorre a história da diva do fado, numa época em que o fado passou a ser ouvido pelos mais jovens.

«No final de 2011, o fado – a canção mais portuguesa de todas as canções – foi reconhecido como Património Imaterial da Humanidade.» Assim começa o livro infantil que tem como desafio dar a conhecer a grande Amália àqueles que nasceram já depois da sua morte, em 1999.

Sinopse:
Amália Rodrigues nasceu em Lisboa em 1920, oriunda de uma família modesta, e morreu em 1999, também em Lisboa, depois de ter conquistado fama internacional. Esta cantora invulgarmente brilhante reunia em si tudo aquilo que é necessário para se ser um bom artista: talento, sensibilidade, inteligência e capacidade de trabalho. Muitos consideram que foi a sua voz que levou a cultura e a alma nacionais pelo mundo fora e que o fado não seria hoje Património da Humanidade sem a sua decisiva contribuição. Com este livro, Maria do Rosário Pedreira quis contar aos mais novos quem foi esta portuguesa notável e João Fazenda ilustrou com arte e originalidade todo o texto.


Título: A Minha Primeira Amália
Autores: Maria do Rosário Pedreira e João Fazenda
Género: Infanto-juvenil
Editora: D. Quixote
45 páginas

A Minha Primeira Amália

A história ilustrada da maior fadista portuguesa
portugal ZOOM
Não existem banners nesta categoria
Não existem banners nesta categoria
Não existem banners nesta categoria