Travel, food and portuguese things. N'coisas nossas






A XXI Exposição de Camélias do Porto começa a "florir" sábado, dia 5 de março, na Casa de Serralves.

"O perfume delas é talvez a cor", escrevia o poeta Pedro Homem de Mello a propósito das camélias. Planta de origem distante (trazida da China e do Japão), povoa os jardins públicos e privados do Porto desde há muitas décadas. Em largos períodos do século XX, marcado pela guerra, perdeu o título de "rainha", mas nunca a beleza.
Amiga da sombra, no Guia do Viajante do Porto, editado em finais do século XIX, Alberto Pimentel afirmava: " Se a Dama das Camélias de Dumas filho não vivesse em Paris, viveria de certo no Porto, terra onde as camélias nascem numa abundância e formosura incomparáveis."

A exposição

O Presidente da autarquia, Rui Moreira, inaugura às 14,30 horas, entregando logo de seguida os prémios aos vencedores das quatro categorias a concurso: "Melhor Camélia", "Melhor Camélia de Origem Portuguesa" e, em estreia este ano, "Melhor Decoração de Mesa" e "Melhor Arranjo Floral".

Sob o tema "O Porto aberto ao mundo. Desafios do século XXI na Exposição XXI", o evento junta mais de meio milhar de exemplares de japónicas, das mais diversas formas e tamanhos, que poderão ser apreciadas pelo público entre sábado (das 14,30 às 18,30 horas) e domingo (das 10 às 18 horas).
O programa da XXI Exposição de Camélias do Porto inclui, entre outras atividades, uma Mostra de Trabalhos Escolares, com a participação de 53 instituições de ensino da cidade, um Mercado da Camélia, performances, momentos musicais assim como várias oficinas em torno da camélia. Durante os dois dias da Exposição, os visitantes podem também assistir a um Teatro de Sombras Japonesas da autoria da artista plástica japonesa Beniko Tanaka, na Capela da Casa de Serralves.

A entrada é gratuita.


Fora de Serralves


Na sexta-feira, o Varandim da Torre dos Clérigos servirá de cenário a um espetáculo de luz, dança e música, entre as 21 horas e a meia-noite, que abrirá oficialmente a Semana das Camélias do Porto. Este este ano o certame prolonga-se até ao dia 12 de março, com mais de 40 iniciativas distribuídas por vários locais da cidade, sempre com a camélia como pano de fundo.

A exposição será também celebrada na Igreja dos Clérigos, a partir das 21,30 horas de sábado, com o Concerto "Sinfonia com Camélias", pela Orquestra do Conservatório de Música Calouste Gulbenkian de Braga, num tributo ao antigo vereador da Cultura da Câmara do Porto e ex-aluno desta instituição musical, Paulo Cunha e Silva.

Para promover este evento, a Câmara do Porto vai oferecer cerca de três mil camélias na zona de chegadas do Aeroporto Francisco Sá Carneiro (nos dias 5 e 11 de março) e, a 8 de março, Dia Internacional da Mulher, na Rua das Flores e Largo de São Domingos. Locais como a Estação de São Bento, Casa da Música, Livraria Lello, Café Majestic, Estações de Metro da Trindade e Casa da Música, Mercado do Bom Sucesso, Passeio dos Clérigos e Palácio do Bolhão serão também decorados com esta flor.

Fonte e Programa aqui

2016-03-04

Exposição de Camélias

N'experiências
portugal ZOOM
Não existem banners nesta categoria
Não existem banners nesta categoria
Não existem banners nesta categoria