Travel, food and portuguese things. N'coisas nossas / Etc e Tal

Etc e Tal


Douro - Um pedaço de terra único

Na região de um dos vinhos mais famosos do mundo, a energia de cada homem e mulher, que no passado a desbravaram, está hoje à vista. Foram séculos de trabalho a remexer a terra, a retirar xisto maciço, a moldar os muros e patamares de socalcos para amparar as videiras.
Mais tarde, o Marquês de Pombal recompensaria esta grande obra, com o título de primeira Região Demarcada do mundo.
Desde 2001 que o Alto Douro Vinhateiro é Património Mundial da UNESCO. Serpentear pelas estradas sinuosas da região é vivenciar um conjunto de emoções: pela magnífica paisagem circundante, onde o rio espelha degraus de vinhas doces, pela curiosidade que nos deperta os protagonistas que se escondem em cada casa, pelos aromas e cores, únicos, deste pedaço de terra que é um dos mais bonitos de Portugal.

As origens do Vinho do Porto
Os primórdios deste néctar remontam à pré-história, sendo que foi durante a ocupação romana que a sua produção se expandiu. Um dos momentos mais marcantes da vida do Vinho do Porto acontece no século XVIII, com a assinatura do Tratado de Methween, no qual se aplicaram taxas aduaneiras baixas aos vinhos do Douro, para facilitar a entrada no mercado inglês. É também nesta época que se constitui a prática de adição da aguardente vínica ao vinho. Neste desfiar de momentos históricos, o Marquês de Pombal não pode ficar esquecido. Foi ele que procedeu à delimitação das vinhas com os marcos da feitoria, que criou a primeira Denominação de Origem Controlada (DOC), em 1756, e que instituiu a Companhia Geral da Agricultura das Vinhas do Alto Douro. Foi também ele quem decidiu que o vinho produzido nesta região se chamaria “Porto”, um nome que consideraria comercial. O plano de marketing foi um êxito: no final do século XVIII, as exportações de vinho do Porto representavam mais de metade do comércio externo global português.

As provas
Nada como ir ao Douro e presenciar a experiência das vindimas – desde a apanha das uvas à produção do vinho. É o que fazem milhares de turistas que todos os anos entram nos lagares e pisam as uvas à moda antiga. Depois, certamente que ao passar à sala de provas, vai sentir de outra forma o apelo do delicioso cálice de moscatel que o espera.

Viagem ao Coração do Douro
O realizador João Botelho já realizou os 200 quilómetros navegáveis do Douro em várias ocasiões. E por duas vezes documentou as viagens por esta terra que é a sua. Uma, foi por alturas da comemoração do centenário do nascimento de Miguel Torga, outra foi a convite do Museu do Douro. Daqui resultou o documentário Viagem ao Coração do Douro – A Terra onde Nasci, que está em exibição permanente no Museu do Douro, na Régua.

Pouca terra, pouca terra… muito rio
Inclua, nas suas férias, uma indispensável viagem de barco e/ou de comboio.
Viajar de comboio no Douro é uma experiência única. Sugerimos que embarque no Comboio a Vapor, e que saboreie a fantástica paisagem que se revela em fast-foward pelas janelas. Experimente a viagem do Peso da Régua ao Pocinho, passando pelo Pinhão. Se decidir efetuar os 175 km partindo da cidade do Porto em direção ao Pocinho, só a partir de Mosteirô a viagem será efetuada à beira rio (ou seja durante cerca de 75Km não desfrutará do contacto visual com o rio Douro).

Se optar por fazer um cruzeiro de barco, esta é, sem dúvida, uma forma particular, mas também relaxante, de beber a paisagem do Vale do Douro. Imensas embarcações oferecem este serviço: desde as mais tradicionais - pequenos mas confortáveis barcos com a forma dos tradicionais barcos rabelos, equipados com serviço de snack a bordo -, às mais luxuosas que incluem dormidas e refeições a bordo, como se de hotéis flutuantes se tratassem.

Curiosidade:
“Sabia que o xisto dos muros que ladeiam as vinhas e de que são feitos os lagares do Douro chegava para fazer duas muralhas da China?”

Luís Barros, Quinta da Avessada – Enoteca Douro
portugal ZOOM
Não existem banners nesta categoria
Não existem banners nesta categoria
Não existem banners nesta categoria