Travel, food and portuguese things. N'coisas nossas / Etc e Tal

Etc e Tal


2012-06-01

Caldo-Verde

A hora do jantar aproxima-se...Se ainda não sabe o que cozinhar, opte por uma das maravilhas da gastronomia portuguesa. A nossa sugestão de hoje vai para o caldo verde. De origem minhota, foi adotado por todas as regiões. O poeta Arnaldo Ferreira descreve o caldo verde num poema que Amália cantou, "Uma Casa Portuguesa": "Basta Pouco, Poucochinho p'ra alegrar, uma existência singela… É... só Amor, pão e vinnho, e um Caldo Verde, verdinho a fumegar na tigela".

Aqui fica a receita e bom apetite!

Ingredientes:
600 g de batatas
4 rodelas de chouriço de carne ou salpicão
200 g de couve galega cortada em caldo-verde
1 cebola
2 dentes de alho
1,5 dl de azeite
sal q.b.
2 fatias de broa de milho

Preparação:
Descasque as batatas, a cebola e o alho e leve a cozer em 1,5 litros de água temperada com sal e metade da quantidade de azeite.
Entretanto lave a couve e corte-a em caldo-verde muito fino.
Quando as batatas estiverem cozidas, reduza a puré juntamente com a cebola e os alhos. Leve novamente ao lume e 10 minutos antes de servir, com o caldo a ferver, junte a couve bem escorrida.
Deixe cozer com o recipiente destapado até a couve deixar de saber a cru.
Retifique o tempero e adicione o restante azeite.
Coloque uma rodela de chouriço de carne ou de salpicão em cada prato e regue com o caldo-verde.
Por fim corte as fatias de broa ao meio e distribua pelas pessoas.
portugal ZOOM
Não existem banners nesta categoria
Não existem banners nesta categoria
Não existem banners nesta categoria